sexta-feira, 24 de julho de 2009

Porque nem todos os momentos são felizes...

Ontem, o Príncipe cá de casa, abriu o sobrolho...
Cansado de tal forma que não podia com as pernas, íamos a descer a escada da minha mãe no regresso a casa, qd um dos pezitos se lhe escapou, perdendo o equilíbrio e terminando por bater na esquina do corrimão... (e ía pela minha mão, pk senão, se calhar ainda tinha sido pior!!!...)
Desatou num choro tão sofrido e aflitivo, que até fiquei sem ar...
Quando olhei para ele e vi, por cima daquele olhão azul, um "bife" quase de fora, gelei... Sangue, um inchaço que apareceu em segundos, enfim, uma imagem que tão depressa não me sairá da cabeça...
O que vale, é que neste tipo de situações, me posso gabar de ter o sangue frio necessário para reagir da melhor forma. Não sei como o fiz, mas consegui fechar-lhe a ferida, enfiei-lhe um penso e pressionei com o gelo. O sangue estancou e a pele começou a colar uma na outra.
Já em casa, com ele mais calmo e o assunto (quase) resolvido, desatei num pranto, a soluçar mesmo. (Mas porque é que estas coisas me acontecem sempre a mim??? Porque é que os meus miúdos não são super-heróis e se safam de tudo???)
Ele, no meio desta historia até se portou com grande valentia. Inicialmente, não me queria deixar mexer-lhe, nem pôr gelo. Mas mudou de ideias no preciso momento, em que lhe expliquei que se não fosse eu, teria de o levar ao Hospital para o "Doutor" o ver.
Coitadinho do meu Príncipe!!!... Já tem a sua 1ª marca para a vida...

Houve quem me disse que iria ser a 1ª de muitas...
Porra, Diabo seja surdo, cego e mudo!!!
Knoc, knoc, knoc... 1,2,3 isola!!!
Lagarto, lagarto, lagarto...

3 comentários:

Teresa disse...

Ohhhh, coitadinho... as melhoras do dóidói ...
eu nem quero pensar como vai ser a primeira x que o meu piolho fizer um dóidói mais sério... eu que nao posso ver ninguém com um cisco no olho que fico aflita e sem saber o que fazer... espero tb ser assolada por esse tal sangue frio próprio das mamãs... ai ai
Bjss nervosos

Carla disse...

Linda... essas coisas são todas muito naturais, mas ainda bem q não foi na minha presença, senão tinhas mesmo de fazer uma viagem ao hospital... mas comigo!!! Nem quero imaginar o Xavi a chorar de dor... não quero!
As melhoras...
Ai tadinho!!! snif snif

Tété £ Xavier © disse...

Meu Deus… nem consigo imaginar tamanha aflição!
Espero bem que seja uma queda isolada apesar de termos plena consciência que com crianças sejam inevitáveis.
Resta-nos esperar que “ao menino e ao borracho põe deus a mão por baixo”
Rápidas melhoras.
Beijos
Tété & Xavier