quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Já ando para aqui postar acerca deste assunto, mas por falta de tempo, ainda não o havia feito.
Eu até sou daquelas pessoas que não gosta de discutir política (tal como futebol!!). São assuntos "delicados" que implicam princípios de vida, gostos, maneiras de estar. Não vale a pena. Quando se está em lados opostos, raramente se chega a consenso. Dificilmente se muda um ideal politico, assim como a camisola por quem se torce!Fica-se, por vezes até, com uma sensação de "sem jeito", melindrado, no toca a estas conversas. Cada um é como é e gosta de quem acredita. Ponto.
Mas isto tudo para dizer que até gosto do Senhor Obama. Ah pois gosto! E tenho confiança de que lutará por algo melhor. Não só para o seu Pais, mas para os restantes (I hope).
Mas... o prémio Nobel da Paz?! Já???? Não será algo prematuro premiá-lo com tão prestigiado reconhecimento?!
Aqui na minha cabeça, só me aparecem imagens do que o tão querido Paul David Hewson (mais conhecido como Bono Vox) tem feito pelo mundo fora, pela humanidade, "pelas Irlandas", pelo trabalho desempenhado em África junto dos mais necessitados, na luta contra a sida, ou ainda, quando fala sobre a importância da convivência pacífica entre raças e crenças...
Bono já foi nomeado três vezes para concorrer ao Prémio Nobel da Paz. Nunca foi o escolhido.
Escolheram o Barak Obama desta vez.
Ok. É por estas e por outras que por vezes, me irrita solenemente a postura/poder/influência dos EUA neste nosso mundo...

Um comentário:

Rita disse...

Concordo sim senhora! O Bono já merecia.