quinta-feira, 2 de julho de 2009

Está a acabar a minha licença...

Não se trata do fim do mundo - eu sei! - é um percurso normal, como tantos outros...

Life goes on, digo para mim mesma, tentando convencer-me que tudo seguirá dentro da normalidade. Mas o facto é... que nada voltará a ser com dantes. O trabalho é encarado de uma forma diferente. Passa para 2º plano... ou 3º ou 4º ou 5º... eu sei lá!!! O pensamento está muitas vezes aqui, em casa... Tudo aquilo que nos preocupava antes, deixa agora de fazer qualquer sentido.

Apesar de estar algo nervosa por regressar à empresa, estou certa de que amanhã, ficarei ainda mais, por não saber se o Xavi está a gostar do colégio... Se as educadoras e auxiliares o tratam com respeito... Se o mimam... Se a minha mamã dará "conta do recado" (claro que sim! Olha para o Xavier, miúda!!!) Se... e mais "se"... muitos "ses", aparecem em tom de sussurro no meu subconsciente...

Estou certa, de que no final do dia, vou chegar a casa, moída de tanta preocupação, mas feliz, porque ele (se calhar) nem deu pela minha falta e porque ela, se portou como uma verdadeira Princesa com a sua avó...

Mas mesmo assim... sinto o meu coração esmagadinho, por deixar esta minha rotina em função dos miúdos e voltar à realidade... Há por aí algum comando com um botão Fast Forward, para que esta 6ª feira acabe bem depressinha?! Hein?! Anybody? Alguém conhece?!

O jeitaço que ele me dava!

4 comentários:

Tété £ Xavier © disse...

Do saber, e com a experiência do Xavi, ao aplicar na prática é bem diferente… fica a consolação de saberes, que com o tempo, vai custando um bocadito menos ;o)
Mando, do norte, um sopro bem FORTE para que o dia de amanhã passe num ápice!
Beijos
Tété & Xavier

XANA disse...

;)Palavras sábias as da mamã TÉTÉ,se ajudar eu assino em baixo.
Mas sei bem o que sentes.
Um beijinho grande.

Carla disse...

Nunca passei por isso... não sei o q dizer...
Mas se me ponho a pensar muito fico angustiada (apesar de ser tudo mto normal)...
Só te posso dar um beijo grande e aconselhar q leves a pulseira com os teus meninos para ir acalmando a falta (se é q resulta).
Beijos do tamanho da nossa AMIZADE!!!

Teresa disse...

A nós custa-nos sempre mais do que a eles! Mesmo!
E vais ver q passado uns tempos a rotina instala-se e tudo corre às mil maravilhas!
E se ela fica com a avó não podia ficar melhor!
Bjsss descansados